Sábado, 20 de Julho de 2024

Pelo menos 14 Peritos deverão ser tornar Fiscais Federais Agropecuários
Falta de perspectivas e baixos salários faz Incra perder qualificação profissional

No mês passado, o SindPFA publicou notícia com o balanço da participação de Peritos Federais Agrários no Concurso Público do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, quando da publicação do resultado das provas objetivas.

No último dia 1º de julho foi publicado o resultado final do certame, após a correção das provas discursivas e avaliação de títulos. 32 PFAs permaneceram classificados no resultado final, sendo que 14 das 80 vagas disponibilizadas a Engenheiros Agrônomos para compor a carreira de Fiscal Federal Agropecuário serão ocupadas por Peritos, por estarem dentro do número de vagas previsto no edital.

São eles: Ludmilla Verona Carvalho Gonçalves e Marian Woeltje Aguiar em Manaus/AM, José Victor Torres Alves Costa em Macapá/AP, Ewerton Rio Lima de Oliveira Costa em Fortaleza/CE, Luciano Cavalcante Valadares em Brasília/DF, Renato Barros de Godoy em Vitória/ES, João Heliodoro Barros de Oliveira em Goiânia/GO, Jose Coriolano Leite de Lacerda, em Cuiabá/MT, Marcelo Sobreira de Souza em Belém/PA, Adriano da Anunciação Pimentel e Maurício José Guerrini em João Pessoa/PB, Renan Matheus da Silva Zucatti em Curitiba/PR, José Erivan Torquato em Natal/RN e Eduardo Augusto Barbosa Figueiredo Alves em Guarulhos/SP.

Como avaliado na notícia anterior, os expressivos números da participação e aprovação de PFAs nesse concurso reflete a desmotivação dos servidores do Incra com as atuais condições de trabalho e a falta de perspectivas institucionais da Autarquia, o que torna inevitável que esta perca recursos humanos e qualificação profissional.

O SindPFA deseja aos futuros novos Fiscais Federais Agropecuários sucesso nos seus novos rumos profissionais.


Veja a classificação dos PFAs no resultado final:

Manaus/AM (4 vagas, sendo 1 para PcD):

  • Ludmilla Verona Carvalho Gonçalves, 1º
  • Marian Woeltje Gonçalves, 2º
  • Weydson Luiz Pedrosa da Silva, 4º PcD

Macapá/AP (1 vaga)

  • José Victor Torres Alves Costa, 1º
  • Sérgio Ricardo Soares Viana, 4º

Fortaleza/CE (1 vaga)

  • Ewerton Rio Lima de Oliveira Costa, 1º
  • José Otacilio de Assis Júnior, 3º

São Gonçalo do Amarante/CE (2 vagas)

  • Francisco Romeu Ferreira Leal, 7º

Brasília/DF (4 vagas, sendo 1 PcC)

  • Luciano Cavalcanti Valadares, 1º PcD

Vitória/ES (4 vagas)

  • Renato Barros de Godoy, 4º
  • Diogo de Paula Lima, 5º
  • Luiz Felício Palermo, 15º

Goiânia/GO (5 vagas)

  • João Heliodoro Barros de Oliveira, 5º

Campo Grande/MS (2 vagas)

  • Andre Vieira Azambuja, 6º
  • Eder Jones da Silva, 9º

Cuiabá/MT (1 vaga)

  • Jose Coriolano Leite de Lacerda, 1º

Belém/PA (1 vaga)

  • Vanderson Rossato, 5º

Belém/PA – Lanagro (2 vagas)

  • Marcelo Sobreira de Souza, 1º

João Pessoa/PB (2 vagas)

  • Adriano da Anunciação Pimentel, 1º
  • Maurício José Guerrini, 2º
  • Gustavo Henrique Freire de Souza, 3º

Recife/PE – Lanagro (2 vagas)

  • Rossini Mattos Corrêa, 3º
  • Marcelo Alexandre Silva, 5º

Castro/PR (1 vaga)

  • Rodrigo Alcântara Silka, 2º

Curitiba/PR (4 vagas, sendo 1 PcD)

  • Renan Matheus da Silva Zucatti, 1º PcD
  • Aline Enila Ferraro, 6º
  • Fabricio Melfi, 14º

Natal/RN (1 vaga)

  • José Erivan Torquato, 1º

Florianópolis/SC (3 vagas)

  • Audir Carlos Gasperi, 5º
  • Sergio Eduardo Ferreira, 14º

Guarulhos/SP (3 vagas)

  • Eduardo Augusto Barbosa Figueiredo Alves, 2º
  • Henrique Victor Pereira, 5º

São Paulo/SP (8 vagas, sendo 1 PcD)

  • Paulo Eduardo Micheletti, 24º

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo