Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

Sindicato é recebido pelo Presidente do Incra e Secretário-Executivo do Mapa
Decreto com a estrutura regimental do Incra está pronto, mas discussões continuam

Desde que foi anunciado o novo Presidente do Incra, o Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários (SindPFA) solicitou agenda com o gestor, a fim de apresentar quem é a categoria, suas propostas, os congressos realizados e o objetivo maior da Carreira de ver o Incra fortalecido como órgão de terras da União e gestor da malha fundiária brasileira. A entidade foi prontamente atendida, mas a agenda marcada para esta terça-feira, 12 de novembro de 2019, de modo a coincidir com a vinda da Diretora Presidente do Sindicato a Brasília.

Em uma feliz coincidência, outros dois pedidos foram atendidos na mesma oportunidade: com a Assessoria Especial da Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e com o Secretário-Executivo da pasta. Receberam o SindPFA o Secretário-Executivo Adjunto, Márcio Eli Almeida Leandro, o Presidente do Incra Geraldo José da Camara Ferreira de Melo Filho, o Assessor Especial Francisco Basílio Freitas de Souza, o Diretor de Gestão Administrativa do Incra Adriano Varela Galvão e a Coordenadora-Geral de Administração de Pessoas do Mapa Sara Martins. Representaram a entidade sindical a Diretora Presidente Djalmary Souza, o Vice-Diretor Presidente João Daldegan, o Diretor Financeiro Milton Amorim e o Coordenador Kássio Borba.

Secretário-Executivo Adjunto do Mapa, Márcio Eli Almeida Leandro

A postura propositiva do SindPFA é sempre destacada nessas reuniões e a entidade tem sido bem recebida. Não foi diferente na reunião desta terça-feira. Os conteúdos apresentados pela entidade ao decorrer de 2019 já eram de conhecimento dos representantes do Ministério e até mesmo do Presidente do Incra, que reputou sua qualidade e convergência com o que se desenha no Ministério e Direção da Autarquia.

Presidente do Incra, Geraldo Melo Filho

Francisco Basílio disse que a proposta de Decreto com a estrutura regimental do Incra foi finalizada nesta semana. “Demos um passo em coisas óbvias, mas não é ainda a proposta final”, afirmou, ao destacar que, dada a urgência de destravar questões que estão em compasso de espera em razão das indefinições de estrutura, foi necessário caminhar com uma proposta ainda não plenamente concluída, sem entrar em detalhes. “A gente ter que ir com cuidado com essas transformações para não criarmos problemas maiores do que os que já temos”, completou.

O Assessor Especial afirmou, contudo, que “o sonho da Ministra é transformar o Incra num Instituto de Terras”. O Ministério contratou uma consultoria especializada para estudar a missão da autarquia, os fluxos de trabalho e, com isso, esperam ter uma nova proposta de estrutura e mudanças orgânicas em alguns meses, que reflita o Incra do futuro. “A gente sabe que o que vai sair não é suficiente”, reiterou o Presidente do Incra. Perguntado por Djalmary Souza se a categoria terá espaço para discutir suas ideias com essa consultoria, a pronta resposta do Presidente do Incra foi “sim, claro!”.

Da esquerda para a direita; o Diretor de Gestão Administrativa do Incra, Adriano Galvão; a Diretora Presidente do SindPFA, Djalmary Souza; e a Coordenadora-Geral de Administração de Pessoas do Mapa, Sara Martins

A presença dos gestores administrativos e de gestão de pessoas do Mapa e do Incra foram em razão do pedido da entidade de estudo da atuação transversal dos profissionais da Carreira, algo defendido pela categoria há muito tempo, aprovado no Congresso da categoria em 2016 e defendido nas reuniões já realizadas neste ano. A proposta foi recebida com entusiasmo pelo Ministério, mas definiu-se que se aguardará as definições da reforma administrativa do Governo Federal, em vias de ser apresentada, para a continuidade das discussões.

O SindPFA se colocou à disposição para a continuidade das discussões e novas reuniões devem ocorrer em breve.

KASSIO ALEXANDRE BORBA

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo no SindPFA