Sexta-feira, 9 de Dezembro de 2022

Carreiras de Estado mobilizam-se contra Reforma da Previdência
Comissões trabalharão em diversas frentes para organizar a luta contra a ofensiva

Em reunião emergencial realizada na tarde da terça-feira (13), o Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado – Fonacate criou comissões com o objetivo de organizar a luta das carreiras de Estado contra essa que está sendo considerada a mais grave ofensiva contra os servidores públicos e os trabalhadores celetistas.

Uma Comissão Técnica vai compilar os principais estudos e publicações sobre a matéria, a fim de elaborar emendas a serem apresentadas pelo Fórum; a Comissão Parlamentar montará uma agenda de atuação no Congresso Nacional, visita às lideranças e realização de audiências públicas; a Comissão de Comunicação irá propor estratégias de divulgação em rádio, TV e nas redes sociais, com o objetivo de esclarecer a sociedade que a medida trará prejuízos incalculáveis tanto aos servidores públicos, quando aos trabalhadores da iniciativa privada; já a Comissão de Mobilização buscará a articulação das entidades de classe nos estados, com o intuito de organizar uma mobilização nacional contra as medidas propostas.

O SindPFA integra as comissões Parlamentar e de Comunicação. Um encontro em 17 de janeiro dará os primeiros delineamentos de atuação.

“Essa PEC prejudica igualmente a todos os trabalhadores. Ela é ao mesmo tempo desumana, porque obriga os cidadãos a trabalharem até o limite de suas capacidades físicas, e é também desonesta, porque distorce os números de arrecadação e de gasto com a previdência. Acreditamos firmemente que a união dos trabalhadores poderá derrubar essa proposta deplorável”, disse o presidente do Fonacate, Rudinei Marques.

Um encontro nacional contra a PEC 287/2016 ficou agendado para o dia 31 de janeiro, em Brasília/DF. Antes disso, as comissões vão se reunir para sistematizar propostas e dar início às ações em suas áreas de competência.

O Fonacate divulgou uma nota pública destacando as incoerências da proposta apresentada pelo governo federal. O Diretor Presidente do SindPFA, Sávio Feitosa, gravou um vídeo na sede do Fórum para marcar a posição contra a ofensiva.

Com informações da Ascom/Fonacate.

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo