Domingo, 27 de Novembro de 2022

Comissão Organizadora começa a discutir o II CNPFA
Integrantes elaboraram texto que inicia debate na base

A Comissão Organizadora do II Congresso Nacional dos Peritos Federais Agrários (II CNPFA) reuniu-se pela primeira vez na última semana, de terça-feira (3/5) a quinta-feira (5/5) para as primeiras decisões e diretrizes do II CNPFA.

A realização do II Congresso foi determinada pela Diretoria Colegiada por meio de Resolução para o período de 28/11 a 1/12/2016. O Congresso Nacional dos PFAs é o instrumento estatutário para definir “as diretrizes gerais e propostas de atuação do SindPFA até a realização do CNPFA seguinte”. O I Congresso foi realizado em maio de 2011.

Para sua realização, são feitos depósitos compulsórios mensais determinados na primeira edição. O recurso é aplicado em conta específica. A Comissão Organizadora é composta pelos PFAs Ana Nascimento (SR-10/SC), André Dosualdo (SR-08/SP), Emanuel Oliveira (SR-23/SE), Emerson Alencar (SR-29/MSF) e Ricardo Pereira (SR-28/DFE).

Na quarta-feira, 4/5, os representantes receberam o PFA Luiz Fernando de Mattos Pimenta, da SR-04/GO, que coordenou o I Congresso. Ele relatou a experiência do primeiro evento e dialogou com o grupo sobre a temática, a análise política e a operacionalização de uma nova edição.

Pimenta considerou o debate interessante e positivo. Para ele, o novo Congresso deve promover o realinhamento de propostas estratégicas de atuação da categoria. O evento fará a categoria discutir, não só no evento, mas antes dele, “quais são as atividades para o fortalecimento da categoria e a sua inclusão na agenda política, com os novos atores”.

O grupo trabalhou na última semana na elaboração de um primeiro texto para a discussão na categoria e na minuta de um Estatuto do Congresso, que deverá ser aprovado pela Diretoria Colegiada. O Congresso também será precedido de um Concurso de Monografias sobre sua temática, com premiação.

O próximo encontro da Comissão ocorrerá de 31/5 ao 3/6 em Brasília-DF, para discutir as primeiras propostas da base e consolidar o texto-base para as discussões que antecederão e darão o foco ao Congresso.

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo