Terça-feira, 4 de Outubro de 2022

Concurso de Trabalhos
II Congresso Nacional dos Peritos Federais Agrários

Página inicial do II CNPFA

O II CNPFA promoveu um Concurso de Trabalhos, com o objetivo de incentivar o debate técnico, institucional e político dos membros da Carreira de Perito Federal Agrário em torno das suas atividades e contribuir para o desenvolvimento da Carreira e do SindPFA, que a representa.


14 trabalhos apresentados atingiram o mínimo de 60% da pontuação máxima possível e, portanto, foram aprovados e expostos durante todo o Congresso no hall do auditório principal.


Exposição dos trabalhos no II CNPFA. Foto: Karolyne Antunes.

Veja abaixo o resultado final do Concurso de Trabalhos, divulgado pela Comissão de Avaliação de Trabalhos do II Congresso Nacional dos Peritos Federais Agrários em 7/11/2016.


Clique aqui para baixar o resultado em PDF.


Premiação

Quatro trabalhos foram premiados na Plenária de Encerramento do Congresso, dia 1º/12/2016 (quinta-feira).


Membros da Comissão da Avaliação de Trabalhos entregam a premiação aos vencedores. Foto: Helio Montferre.

São eles:

Maior pontuação na classificação geral
“Atores institucionais e acesso aos recursos fundiários: incluindo estudos de caso de onze unidades da Federação da Região do Semiárido”
Autor: MILTON SANTOS DE AMORIM, da Sede (Aposentado)
Prêmio: Uma placa de premiação e um tablet

Eixo 1: Desafios para a governança agrária no país
“Proteção ambiental versus expansão agropecuária: uma análise jurídica da destinação de terras públicas para criação de unidades de conservação no sul do Amazonas”
Autores: RONALDO PEREIRA SANTOS e VINÍCIUS PASSOS PIZZIOLO, da SR-15/AM
Prêmio: Uma placa de premiação e R$ 1.000,00

Eixo 2: Modelo institucional necessário para a governança agrária como política de Estado
“Implementação da governança agrária nacional”
Autores: RAIMUNDO DÁRCIO LISBOA FERNANDES e BLUNIO BRITO BERNARDO, da SR-01/PA
Prêmio: Uma placa de premiação e R$ 1.000,00

Eixo 3: Política de carreira, desenvolvimento e valorização profissional
“O poder de barganha e o empoderamento no Serviço Público”
Autor: JOÃO BOSCO MACHADO FERREIRA LIMA, da SR-12/AM (Aposentado)
Prêmio: Uma placa de premiação e R$ 1.000,00


Regulamento do Concurso de Trabalhos

Clique aqui para baixar o Regulamento em PDF.


Calendário

As Resolução SindPFA nº 9/2016, de 6/9/2016, e nº 12/2016, de 7/10/2016, alteraram os prazos do Concurso de Trabalhos. Veja o Calendário oficial:

– Envio de trabalhos: até 17/10/2016;
– Julgamento dos trabalhos: de 18 a 25/10/2016;
– Comunicação do resultado da seleção dos trabalhos: até 26/10/2016;
– Recursos: até 31/10/2016, os quais serão analisados até o dia 4/11/2016;
– Resultado final: dia 7/11/2016.

A exposição dos trabalhos ocorrerá durante todo o Congresso no hall do auditório principal.


Comissão de Avaliação de Trabalhos

Bruno Gomes Cunha
PFA em Sergipe – Coordenador

Possui graduação em Engenharia Agronômica (2006) e Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas (2011), ambos pela Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais. Atualmente é Perito Federal Agrário, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA, lotado na Superintendência Regional de Sergipe (SR-23/SE), e Doutorando no Programa de Desenvolvimento e Meio Ambiente – PRODEMA/UFS (2015/2019). Ocupou o cargo de Chefe da Divisão de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamentos do INCRA (SR-06/MG), no biênio 2012-2013. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Perícia Agrária (Fiscalização e Avaliação de Imóveis Rurais), Valoração Ambiental, Serviços Ecossistêmicos, Pedologia, Aptidão Agrícola e Capacidade de Uso do Solo, Extensão e Desenvolvimento Rural. No SINDPFA, ocupa o cargo de Delegado Sindical na Superintendência de Sergipe (SR-23/SE) e foi eleito Delegado Sindical Suplente nesta mesma Superintendência para a gestão de 2016/2018.

João Batista Jornada da Jornada
PFA no Amazonas, Avaliador

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (2000) e mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002). Atualmente é Perito Federal Agrário, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA, lotado na Superintendência Regional do Amazonas (SR-15/AM). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Desenvolvimento Rural, atuando principalmente nos seguintes temas: Desenvolvimento Rural, Avaliações e Perícias, Geomensura, Elaboração e Análise de Projetos e Consultoria. No SINDPFA, ocupou o cargo de Diretor de Relações Institucionais e Relações Públicas.

Carlos Shigeaky Weky Silva
PFA em Brasília, Avaliador

Possui graduação em agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (2004) e mestrado em fitotecnia na área de concentração: manejo e conservação do solo e da água (2007) pela mesma instituição (UFV). Atualmente é Perito Federal Agrário do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA, lotado na SEDE. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Manejo e Conservação do Solo, atuando principalmente nos seguintes temas: destinação de resíduos, metais pesados, corretivo de solo, resíduos industriais, sistema de preparo do solo e semeadura direta. No SINDPFA, ocupou o cargo de Delegado Sindical na SEDE e é membro do Conselho Fiscal.

Tiago de Melo
PFA em Goiás, Avaliador

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Goiás (2003). Atualmente é Perito Federal Agrário, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA, lotado na Superintendência Regional de Tocantins (SR-26/TO). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Gênese, Morfologia, Classificação dos Solos e Avaliação de Propriedades Rurais. No SINDPFA, foi eleito Diretor de Aposentados e Pensionistas e Delegado Sindical da Superintendência de Goiás (SR-04/GO) para a gestão de 2016/2018.


Mais informações: trabalhos.cnpfa@sindpfa.org.br

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo

Tags: