Quarta-feira, 20 de Março de 2019

Diretoria nomeia Delegados Sindicais para seis regionais
CE, MT, RO, RN, DF e MSF tem novos representantes

A Diretoria Colegiada do SindPFA, reunida em Brasília de 18 a 21/2, editou a Resolução nº 1/2019 para nomear Delegados Sindicais para seis das regionais que não haviam eleito representantes nas Eleições de 2018 para o mandato em vigor, que terão agora membros para maior interlocução com a entidade. Veja aqui a Resolução.

O novo Estatuto do Sindicato, aprovado em 2018, desvinculou a eleição nacional da Diretoria Colegiada e Conselho Fiscal das eleições regionais das Delegacias Sindicais. Estas passaram a eleger seus representantes em eleição própria, embora na mesma data dos demais órgãos. Em contrapartida, o documento estatutário deu atribuição à Diretoria de nomear Delegados para as regionais que ficarem vacantes.

Treze regionais não apresentaram candidaturas em 2018, ficando sem representantes a partir de 1º de janeiro de 2019: PA, CE, BA, SC, RS, MA, MT, RO, PB, RN, DF, MSF e STM. A Diretoria pode, então, exercer o papel de nomeação; mas, para evitar equívocos na indicação de Delegados e não retroceder ao modelo de escolha do antigo “chapão”, quis ouvir a base e solicitou dos associados dessas regionais que se reunissem e indicassem formalmente os nomes para a nomeação, pois esse foi o espírito da mudança estatutária.

O pedido foi atendido, a tempo da reunião da Diretoria de fevereiro, em seis regionais: CE, MT, RO, RN, DF e MSF, que, têm agora como Delegados Sindicais os membros a seguir:

CE: Neyla Diógenes Mendonça Andrade e Francisco Romeu Ferreira Leal
MT: José Gagliardi Neto
RO: Alessandro Santos Biavati e a suplente Joyce Kellen Ferreira Buna
RN: Wildjaime de Bergaman Medeiros de Araújo
DF: Luciano Rodrigues da Silva e o suplente Paulo Leite Pinheiro
MSF: Francisco Sérgio Feitosa Lima e o suplente Marcos Costa Vianna

Ainda permanecem sem representação SC, RS, MA, PB e STM, que não apresentaram nomes para assumir o mandato. A ausência de interlocutores dificulta a atuação coordenada de que a entidade precisa para tocar nossa representação. Por isso, os integrantes dessas regionais são orientados a se reunir para definir nomes (um titular e um suplente, este facultativo), enviando uma ata para contato@sindpfa.org.br, de modo que a Diretoria possa, em breve, editar novo normativo para suprir as vacâncias.

KASSIO ALEXANDRE BORBA

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo no SindPFA