Sábado, 6 de Junho de 2020

Fonacate envia ofício ao Ministério da Economia recomendando teletrabalho para todo o serviço público
"O que de fato tem ocorrido é que cada chefia imediata tem decidido se os servidores realizarão ou não a jornada por meio do teletrabalho, de sorte que muitos ainda continuam exercendo regularmente suas atividades nas repartições públicas, o que resulta em tratamento díspare."

Tendo em vista a pandemia do Covid-19 e as recomendações do Ministério da Saúde e de governos estaduais para evitar aglomerações, o Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) protocolou na tarde desta segunda-feira (23) ofício ao ministro da Economia, Paulo Guedes, recomendando que todos os servidores públicos sejam direcionados ao teletrabalho/home office.

“A manutenção dos servidores no regime de trabalho presencial representa séria violação à saúde pública, princípio insculpido na Constituição da República, e poderá acarretar em responsabilização da chefia imediata em decorrência dos graves prejuízos não só ao órgão onde está alocado o servidor, como também à sociedade como um todo, em decorrência da alta transmissibilidade do COVID-19”, alerta o documento.

Clique aqui e veja a íntegra do ofício.