Sábado, 20 de Julho de 2024

Instalado Grupo de Trabalho que estudará reestruturação da carreira
Reunião ocorreu nessa quinta, no Ministério do Planejamento

Na tarde dessa quinta-feira, o Diretor Presidente do SindPFA, Ricardo Pereira, a Diretora Financeira, Ana Maria Faria do Nascimento, e o Assessor de Comunicação, Kássio Borba, estiveram no Ministério do Planejamento para a instauração do Grupo de Trabalho que estudará temas da reestruturação da carreira, conforme fez constar o Termo de Acordo assinado no final do ano passado.

O SindPFA foi recebido na Secretaria de Relações de Trabalho no Serviço Público pelos assessores José Borges de Carvalho Filho e Vladimir Nepomuceno. Borges explicou que o cronograma será da seguinte forma: num primeiro momento, o SindPFA deve apresentar suas demandas para a discussão. Em seguida, o Planejamento estudará o que for apresentado do ponto de vista do Estado e, no último momento, deve ser elaborado um relatório contemplando as convergências.

O primeiro encontro ficou pré-agendado para o dia 16 de julho, na semana seguinte ao fim da Copa do Mundo de futebol. Nesse dia, o SindPFA deve apresentar seu ponto de vista da reestruturação da carreira. Essa apresentação será o resultado das discussões do Grupo de Trabalho que foi criado no âmbito do Sindicato para esse fim. A partir desse novo cronograma, as discussões no grupo devem se intensificar.

Hoje, o grupo é composto pelos seguintes membros: Leonardo Queiroz, da SRFA-DF, Daniel Simeone, da SR-09 (PR), Fernando Faccio, da SR-10 (SC), João Jornada, da SR-15 (AM), Ederson Bruscke e Alessandro Biavati, da SR-17 (RO), Luiz Gonzaga da Costa e Leonardo Goes, da SR-23 SE, Alberto Moraes, da SR-29 (Petrolina-PE), Valêncio Neto e Agnaldo Tremea, da SR-30 (Santarém-PA), e Robson Fonzar, da Sede. A Coordenação está a cargo de Haroldo Araújo, Diretor de Política Sindical do SindPFA, lotado na SR-23 (SE), acompanhado de Emerson Alencar, lotado na SR-29 (Petrolina-PE), que também é advogado e faz parte do GT Jurídico.

O Termo de Acordo prevê o estudo de cinco itens: reestruturação da carreira, revisão das atribuições, incorporação de novas formações profissionais da área da engenharia, remuneração por subsídio e alteração da nomenclatura da carreira/cargo. Ricardo adiantou ainda que apresentará também propostas do Sindicato para a reestruturação do Incra, para que este possa responder aos novos desafios que a realidade do país impõe.


Sobre o PLV 5/2014

Embora não fosse um item da pauta, foi inevitável falar sobre o PLV 5/2014, que já está na Casa Civil para a sanção da Presidente da República.

Ricardo informou aos assessores que o SindPFA trabalha pela sanção. Disse ainda que, em caso contrário, espera que o governo busque outras alternativas para garantir o reajuste dos Peritos Federais Agrários acordado no final do ano passado, vez que este cai se o projeto for vetado por Dilma Rousseff. Vladimir informou que ainda não há estratégia definida caso isso aconteça.

O Planejamento reitera que há tendência de veto ao projeto, mas não sabe ao certo o que realmente vai acontecer. “Estamos como católicos no Vaticano: esperando para ver qual fumaça vai sair da chaminé”, brincou Vladimir.

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo