Domingo, 14 de Abril de 2024

PFAs devolvem EPIs irregulares
Com a constatação de irregularidades, itens precisam ser substituídos

Diante do reconhecimento, por parte da própria Diretoria de Gestão Administrativa do Incra, da inadequação e baixa qualidade de alguns dos equipamentos de proteção individual adquiridos, os Peritos Federais Agrários decidiram fazer a devolução dos itens.

A decisão representa muita justeza e responsabilidade com o patrimônio público, afinal, a autarquia precisará substituir os equipamentos divergentes ao termo de referência e não faz sentido a mera guarda pelos Peritos de algo que não pode ser utilizado e que pode até causar danos à saúde dos mesmos.

Os PFAs da Superintendência Regional do Incra no Estado do Tocantins foram pioneiros na decisão de devolver os itens inadequados. Em algumas SRs, como em Belém-PA, os itens ainda não haviam sido entregues aos PFAs. Em SC, os Peritos não retiraram os EPIs por estarem incompletos.

No caso de Tocantins, os profissionais encaminharam Memorando ao Superintendente Regional e aos Chefes de Divisão informando a decisão. Veja abaixo o documento.


A decisão de devolver os equipamentos irregulares foi acompanhada pelos Peritos das outras regionais. A devolução iniciou-se nessa quarta-feira, 17/2, em pelo menos 17 Superintendências Regionais. Veja abaixo algumas imagens do ato.


Acre

Amapá

Maranhão

Médio São Francisco

Sergipe

Sede

Tocantins


Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo

Tags:,