Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019

Sindicato se apresenta ao novo Diretor de Gestão Estratégica do Incra
Edmilson Alves disse que a Diretoria está aberta a receber qualquer proposta da categoria

 

Em continuidade à sua praxe propositiva, o Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários (SindPFA) reuniu-se nessa quarta-feira, 30/1, com o novo Diretor de Gestão Estratégica do Incra, Edimilson Alves. Também esteve presente a Coordenadora-Geral de Monitoramento e Avaliação da Gestão, Sheila Frez da Silva. Representaram o Sindicato a Diretora Presidente Djalmary Souza, o Vice-Diretor Presidente João Daldegan, o Diretor Financeiro Milton Amorim e o Coordenador Kássio Borba.

Na pauta, a apresentação sobre quem é a categoria, suas propostas, os congressos realizados e o objetivo maior da Carreira de ver o Incra fortalecido como órgão de terras da União e gestor da malha fundiária brasileira. Os representantes do Sindicato destacaram a necessidade de se fazer uma mudança profunda de gestão, ousada, especialmente em relação às áreas finalísticas do Incra. Também destacou elementos de gestão, como a qualificação técnica dos ocupantes das superintendências regionais.

Está sob a Diretoria de Gestão Estratégica do Incra a modernização tecnológica. A pasta responde pelas redes de informação e comunicação e sistemas de automatização do órgão, um dos pontos que tem travado seu funcionamento. O SindPFA destacou necessidades como a integração cadastral e a visão de futuro de ver o Incra ser o órgão integrador dos cadastros rurais brasileiros. Também está na DE do Incra a estruturação orçamentária dos programas, ações, atividades, projetos e operações especiais que comporão o orçamento. No cenário de dificuldades atualmente enfrentadas, esse é também um grande desafio.

A recepção do gestor ao Sindicato foi muito boa, assim como às suas propostas. Sheila destacou a postura dos representantes do Sindicato, de buscarem melhoria para o órgão. “Entendemos que não existe carreira forte de órgão fraco”, destacou a Diretora Presidente Djalmary Souza, ao afirmar que a categoria preza pelo futuro do Incra. Edimilson informou que o Ministério está preocupado em resolver as questões tecnológicas envolvendo o Incra e que pretende resolver problemas de armazenamento de dados e de fábrica de software brevemente. “Desde 2016, o storage do Incra está em 98%, é uma panela de pressão”, destacou.

O Diretor Edimilson Alves mencionou a necessidade de se apurar informações sobre os programas e atividades realizados pelo Incra e seu impacto econômico e social para conquistar recursos e investimentos. Ele era, até então, Assessor da Ministra da Agricultura, onde ficou por alguns meses. Antes disso, foi Diretor de Implementação de Programas e de Gestão de Fundos na Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e teve passagem no Ministério das Cidades. Disse que não quer ser mais um a passar pela Diretoria, que quer deixar sua marca.

O Diretor colocou a DE à disposição do Sindicato e disse que a pasta está aberta a ouvir qualquer proposta da categoria. SindPFA e DE devem realizar novos contatos oportunamente para temas de interesse mútuo.

KASSIO ALEXANDRE BORBA

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo no SindPFA