Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2023

SindPFA adere à campanha ‘Outubro Rosa’
O objetivo é alertar as Peritas Federais Agrárias e demais servidoras do Incra para os perigos do câncer de mama

 

Com o objetivo de alertar as Peritas Federais Agrárias e demais servidoras do Incra para os perigos do câncer de mama e para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce, o SindPFA aderiu à campanha ‘Outubro Rosa’.

No início do mês de outubro, em parceria Assera/BR, o Sindicato realizou, na sede do Incra, o evento ‘Dia de Prevenção ao Câncer de Mama’ que disponibilizou às mulheres, além de dicas sobre a prevenção precoce, cuidados com a saúde e beleza. 

A Diretora Presidente do SindPFA, Djalmary de Souza, destaca que, apesar a conscientização sobre tema na categoria é importantíssimo para a sociedade. “É uma doença grave, porém comum entre as mulheres. Saber como agir em casos da doença na família e orientar sobre a importância da prevenção é papel de todos na sociedade, homens e mulheres. Incentivamos as demais Delegacias Sindicais a realizarem eventos sobre o assunto”.

 

Prevenção e diagnóstico precoce

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o tipo mais comum da doença entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma, e responde por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. Especificamente no Brasil, esse percentual é um pouco mais elevado e chega a 28,1%.

Porém, o Instituto alerta que cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como: praticar atividade física regularmente; alimentar-se de forma saudável; manter o peso corporal adequado; evitar o consumo de bebidas alcoólicas; amamentar; entre outros.

A realização do autoexame das mamas com frequência, além da ida a médicos especializados (ginecologista ou mastologista) anualmente, são imprescindíveis para o diagnóstico precoce da doença, o que ocasiona maior chances de cura.

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são: Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço; saída espontânea de líquido dos mamilos.

 Saiba mais no Portal do INCA.

 

Por NATALIA RIBEIRO PEREIRA

Assessora de Comunicação