Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

SindPFA participa de mobilizações contra a PEC 287
Atividades promovidas pelo Fonacate e pela Pública - Central do Servidor defendem o direito à aposentadoria para os trabalhadores em diversos locais do país e reuniu dezenas de servidores e dirigentes sindicais

Um ano de luta. No dia 5 de dezembro de 2016, era enviada ao Congresso Nacional a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287 de 2016, que versa sobre a reforma da Previdência. Desde então, o SindPFA, em conjunto com as demais entidades representativas do Fonacate e da Pública-Central do Servidor, tem se dedicado a combater a matéria e as justificativas criadas pelo Governo para estabelecer a Reforma. Para fortalecer as lutas contra a proposta, a manhã desta terça-feira (5/12) foi marcada por mobilizações em diversas regiões do país. O SindPFA, em conjunto com as demais entidades representativas do Fonacate e da Pública-Central do Servidor, promoveu em Brasília, ato público que se concentrou em frente à sede do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Além deste, outras formas de protesto aconteceram em várias Delegacias regionais do Sindicato, como em São Paulo, Tocantins e Paraná.

SR – 08 / SP

SR – 26 / TO

SEDE / DF

O Diretor Presidente do SindPFA, Sávio Feitosa, alertou que, apesar das campanhas governistas dizerem o contrário, os prejuízos da proposta retira diretos não apenas dos servidores públicos, mas de todos os trabalhadores. Além disso, destacou que o conjunto de medidas adotadas apenas fortalece aqueles que estão no poder. Compareceram ainda na mobilização de Brasília, o Diretor Presidente Substituto, João Daldegan Sobrinho, o Delegado Sindical da Sede, Sebastião Parreira, e outros servidores.

A Assembleia Geral do Fonacate aconteceu na tarde do dia 5/12 com o objetivo de debater as próximas ações contra a  trabalho parlamentar realizado durante o ano que se encerra com trabalhos massivos contra a aprovação da reforma da Previdência (PEC 287/16); do adiamento do reajuste dos servidores públicos federais (MP 805/17 ) e  do projeto que estabelece a demissão de servidores por insuficiência de desempenho (PLS 116/17). Também esteve em pauta a realização da 5ª Conferência Nacional das Carreiras Típicas de Estado, que acontecerá em 2018.  Por último, os dirigentes presentes também puderam apresentar sugestões de trabalho e ações para 2018, sendo a defesa do funcionalismo público, contra os ataques do governo, o ponto unânime de luta.

Ato dia 6/12

Com a possível votação da reforma da Previdência até a próxima semana, a Pública – Central do Servidor promoveu mais uma mobilização no dia 6 de dezembro, em Brasília. Desde as primeiras horas da manhã, os manifestantes, munidos de faixas, cartazes e buzinas, tomaram conta dos arredores da Quadra 302 norte, onde grande parte dos deputados reside enquanto estão na capital. O ato público demonstrou aos congressistas a união das carreiras de diferentes setores contra os retrocessos sociais propostos por meio da PEC 287/2016, em trâmite na Câmara.

Ato na 302 norte – Pública Central do Servidor

NATALIA RIBEIRO PEREIRA

Por NATALIA RIBEIRO PEREIRA

Assessora de Comunicação no SindPFA