Segunda-feira, 15 de Abril de 2024

SindPFA reúne-se com coordenação de campanha de Eduardo Campos e Marina Silva
SindPFA apresentou sua proposta para uma nova política agrária para o país

A Diretoria do SindPFA está reunida em Brasília para discutir assuntos da carreira. E a reunião já começou quente, pois nessa terça-feira ocorreu um encontro com Maurício Rands e Neca Setúbal, responsáveis pela elaboração do programa de governo da aliança PSB/Rede/PPS/PPL, que lançará Eduardo Campos à Presidência da República e Marina Silva como vice.

O encontro, que o SindPFA já vinha tentando agendar há algumas semanas, foi confirmado somente na noite desta segunda-feira. Ele faz parte da iniciativa do Sindicato de, sem caráter partidário, reunir-se com os presidenciáveis ou suas equipes para apresentar suas propostas para a política agrária brasileira, de modo a fomentar o debate em torno do tema nas campanhas eleitorais desse ano. O encontro com os coordenadores da campanha aconteceu num hotel em Brasília.

Marício Rands tem longa vida pública: foi Deputado Federal pelo PT em três legislaturas, representando o Estado do Pernambuco, vindo inclusive a presidir a dita mais importante Comissão da Câmara, de Constituição e Justiça. Foi secretário do governo municipal e estadual. Após desentendimento com o PT em episódio da eleição municipal em 2012, desfiliou-se e renunciou o mandato de Deputado. Filiou-se ao PSB em 2013.

Neca Setúbal é ligada a Marina Silva. Educadora e estudiosa da educação no país, é entusiasta do voluntariado e da sustentabilidade. Hoje dirige a Fundação Tide Setubal (nome de sua mãe), que atende a região de São Miguel Paulista – SP. Ambos os coordenadores são acadêmicos e doutores: Maurício no campo do Direito e Neca nas Ciências Sociais.

Na conversa com o SindPFA, a Diretoria falou sobre a história do Incra e explorou números da política agrária do atual governo, o que muito interessa aos candidatos na disputa e contribui para os debates. Falou sobre o sucateamento do Incra e sobre a controversa promessa de qualificação nos processos, utilizada pelo atual governo para justificar os baixos números de assentamentos de famílias e desapropriação de imóveis rurais para esse fim.

Por fim, o Sindicato apresentou aos coordenadores a proposta da categoria para a reformulação da política agrária, com um novo instituto de terras, para realizar a governança agrária no país e gerenciar as informações do rural brasileiro. Todos os diretores presentes, um de cada região, complementaram as informações e falaram sobre suas realidades.

Ao final de quase duas horas de conversa, Maurício e Neca agradeceram o contato, que julgaram muito proveitoso, e destacaram o diferencial do SindPFA: expor os problemas e propor uma solução, uma nova política, ao invés de simplesmente pautar a carreira e aumentos salariais. “Isso faz uma grande diferença”, disseram.

A Diretoria Colegiada do Sindicato permanece reunida até a quinta-feira, 15/5. Compõem esta reunião Ricardo Pereira (Sede), Diretor Presidente; Ana Maria Faria do Nascimento (Sede), Diretora Financeira; Edevar Perin (PR), Diretor de Comunicação e Marketing Suplente; Heliel Saraiva (TO), Diretor de Formação Profissional; Haroldo Araújo (SE), Diretor de Política Sindical; Marco Antônio Aguiar (ES), Diretor de Política Sindical Suplente; Francisco Marote (SP), Diretor de Relações Institucionais e Políticas Públicas; e Henrique Matos (MS), Diretor de Assuntos Jurídicos.

O SindPFA já se reuniu com Xico Graziano, que participará da campanha do tucano Aécio Neves à Presidência da República (veja aqui), e também com o Senador Randolfe Rodrigues, pré-candidato pelo PSOL (veja aqui).

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo