Sexta-feira, 29 de Setembro de 2023

União das Carreiras de Estado buscam atuação conjunta
Objetivo é elencar ações prioritárias; peritos podem auxiliar

Foi realizada nesta quarta-feira, 12/2, uma reunião da União das Carreiras de Estado (UCE): um grupo criado em 2012 formado por 21 entidades representativas de carreiras típicas de estado no âmbito federal, no qual está inserido o SindPFA – Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários, que foi representado pelo Diretor Presidente Ricardo Pereira. O encontro foi realizado na sede da Unacon Sindical (União Nacional dos Analista e Técnicos de Finanças e Controle), em Brasília, e coordenado por seu presidente, Rudinei Marques.

Este primeiro contato de 2014 teve como objetivo reafirmar a aliança, definir a pauta prioritária e o cronograma de ações conjuntas. “A conjuntura exige uma postura afirmativa das entidades de classe. Ainda que tenhamos um ano legislativo mais curto, devido a eventos de grande apelo popular, temos que mostrar à sociedade que as carreiras de Estado têm muito a contribuir para o aprimoramento da gestão governamental e a prestação de serviços públicos de qualidade”, diz Marques. A meta do grupo é intensificar a mobilização ainda no primeiro semestre, considerando o processo eleitoral e a Copa do Mundo de futebol.

Além da pauta estrutural, os representantes também estudam uma pauta salarial. “Ainda precisamos entrar em consenso, mas devemos, no mínimo, recompor as perdas inflacionárias, que os acordos firmados em 2012 não cobriram”, comenta Filipe Leão, também da Unacon.

Por se tratar de uma primeira reunião, o grupo considerou oportuno uma nova reunião na próxima semana para referendar os encaminhamentos propostos. As entidades realizarão nova reunião, no dia 19 de fevereiro, no mesmo local, com vistas a definir a pauta prioritária e o cronograma de ações conjuntas. Até lá, as entidades discutirão internamente e com as respectivas bases as propostas já apresentadas.

O objetivo é elencar ações prioritárias para a atuação da UCE. Dentre as proposiçõpes, estão a definição de uma data-base, a definição de uma política salarial permanente para a reposição inflacionária, cumprimento ppor parte do governo dos acordos firmados, a paridade e integralidade entre ativos, aposentados e pensionistas e a antecipação para 2014 da parcela de reajuste salarial de 2015. O SindPFA encaminhará a suas Delegacias Sindicais os temas propostos para a discussão e sugestões da base, que devem ser enviadas até a segunda-feira, dia 17/2.

A reunião contou com a presença de 11 das 21 entidades que integraram originalmente o grupo. Além do SindPFA, estiveram presentes representantes das entidades elencadas abaixo:

  • Unacom Sndical – União Nacional dos Analista e Técnicos de Finanças e Controle
  • Afipea – Associação dos Funcionários do Ipea
  • Anffa Sindical – Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários
  • SINAIT – Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho
  • SINAL – Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central
  • Sinditamaraty – Sindicato dos Servidores do Ministério das Relações Exteriores
  • Sindifisco Nacional – Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil
  • Assecor – Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Planejamento e Orçamento
  • ANFIP – Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
  • SinTBacen – Sindicato Nacional dos Técnicos do Banco Central
  • ANMP – Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social

Com texto do Unacon Sindical. Foto: Divulgação / Unacon

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo