Domingo, 5 de Julho de 2020

Em circular, Incra expande medidas de prevenção ao coronavírus
No documento, direção do órgão elenca 16 determinações e orientações para servidores e usuários em todo o País; Validade é de 15 dias

A direção do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) decidiu ampliar as ações de combate ao novo coronavírus (Covid-19). Em documento divulgado nessa quarta-feira (17), o órgão afirma que “está tomando medidas adicionais”, válidas para todas as unidades e pelo prazo de 15 dias. Desde março, quando as primeiras orientações de adoção do isolamento social foram divulgadas pelas autoridades, todas as superintendências sofreram algum tipo de alteração na rotina por conta da pandemia.

No ofício circular nº 809/2020, o Incra elenca 16 determinações e orientações para servidores e usuários (leia a íntegra aqui). Entre elas, a redução ao máximo do fluxo de pessoas; a obrigatoriedade do uso de máscara na entrada e durante toda a permanência em dependências do órgão; aferição de temperatura; protocolos de comunicação de suspeitas ou novas casos da doença; entre outras. Apesar do foco no Palácio do Desenvolvimento, sede do Incra, o ofício é direcionado também às superintendências regionais.

Na avaliação do Diretor Sindical do Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários (SindPFA), Geraldino Teixeira, o Incra acerta ao reforçar as medidas de prevenção, mas é preciso ir além. “A ampliação das medidas é salutar, pois a pandemia não está controlada no Brasil e precisamos preservar as vidas tanto dos servidores como da população usuária, mas é preciso garantir a segurança dos que não estão em home office e manter as ações de combate e prevenção até que seja seguro o retorno, o que pode demorar mais do que 15 dias”, afirma. Ainda de acordo com o dirigente, o Sindicato seguirá acompanhando a questão.

Histórico

No dia 16 de março deste ano, o SindPFA enviou ofício à presidência do Incra solicitando que os servidores fossem dispensados de assinar o ponto e permitindo o home office neste período de crise (Processo nº 54000.030748/2020-18). Dias após essa iniciativa o órgão deu início às primeiras ações de isolamento social e adoção do home office.

Desde então, a entidade segue atenda no sentido de assegurar que a saúde de servidores e cidadãos seja preservada, mantendo estreito contato com a direção do Incra. O SindPFA também suspendeu, ainda em março, o atendimento presencial em seu escritório e estabeleceu, desde o dia 17 daquele mês, regime de teletrabalho de sua equipe para a redução dos riscos de disseminação da Covid-19.

O atendimento continua sendo prestado pelo telefone (61) 3327-1210. O mesmo número também é um canal de atendimento via WhatsApp e os e-mails de contato e redes sociais seguem como opções de contatos para todos os filiados e público em geral.

Por RODRIGO RAMTHUM MARTINS

no SindPFA