Sexta-feira, 9 de Dezembro de 2022

Nota pública sobre as manifestações do dia 18/3
Com responsabilidade diante da crise mundial provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), entidade suspende manifestações para evitar o contágio

O Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários (SindPFA) informa que, embora a adesão aos protestos programados para a próxima quarta-feira (18) tenha sido aprovada, com 83,7% dos votos válidos, em assembleia realizada no dia 2 deste mês, estão suspensas as manifestações por ocasião do Dia Nacional de Luta em Defesa do Serviço Público, em razão da crise mundial provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), seguindo as orientações das autoridades públicas de saúde e também do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate).

A entidade reitera a posição contrária à reforma administrativa pretendida pelo atual governo e seguirá na defesa do serviço público e de suas prerrogativas, que são fundamentais para a manutenção e fortalecimento do Estado e da democracia. Rechaça, ainda, a postura oportunista do ministro da Economia, Paulo Guedes, que tem usado a pandemia para pressionar o Congresso Nacional a aprovar, de forma açodada e intempestiva, projetos nocivos e mal intencionados apresentados pelo Executivo federal.

Por fim, o SindPFA informa que protocolou, nesta segunda-feira (16), ofício à presidência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) solicitando que os servidores sejam dispensados da obrigatoriedade de assinar o ponto e permitindo o trabalho em casa (home office) enquanto durar este período de crise (Processo nº 54000.030748/2020-18). O momento é de união de esforços.

Havendo a definição de uma nova data para a manifestação, a entidade informará por meio dos seus canais de comunicação. O sindicato agradece a todos pela compreensão e está à disposição para eventuais esclarecimentos.