Domingo, 27 de Novembro de 2022

Primeira reunião da nova Diretoria Colegiada do SindPFA
Encontro de transição aconteceu após a posse

Após a posse da nova Diretoria Colegiada do SindPFA, realizada no dia 11/12, aconteceu a reunião de transição entre a Diretoria atual e a nova, no dia 12/12. Os diretores da atual gestão, que se encerra em 31 de dezembro de 2018, apresentaram aos sucessores o status das pastas, os avanços e as possibilidades de atuação. Foi um momento de conhecimento mútuo e entrosamento, de tomar pé da estrutura do Sindicato e de projetos em andamento. Na quinta-feira, 13/12, permaneceram reunidos apenas os novos membros, para traçar seus primeiros planos.

A questão política e o desenho institucional do Incra foram, evidentemente, a tônica da reunião, pois disso vai depender a atuação da Carreira a partir de 2019. Ainda há muitas incertezas, mas os diretores distribuíram ações entre si, especialmente de buscar autoridades da transição e de nomes já anunciados para dirigir órgãos relacionados com a Autarquia, para apresentar a visão do Sindicato para a política agrária.

A Diretoria estabeleceu ainda uma “agenda dos 100 dias”, fazendo menção ao tradicional período republicano dos primeiros 100 dias de Governo, no qual se dão ações de impacto e diretrizes que precisam ser adotadas de imediato. É composta de 5 itens que serão prioridade do Sindicato e que já foram apresentados como reivindicação ao Presidente do Incra: pagamento da terceira parcela do reajuste, instalação da Câmara Técnica Nacional, a regulamentação da jornada de trabalho, capacitação dos servidores e meritocracia no provimento de cargos.

Internamente, a Diretoria discutiu e definiu diretrizes nas questões jurídicas, em formação profissional e sindical, novas políticas para envolver os aposentados e pensionistas, estratégias de comunicação e aperfeiçoamento no relacionamento com os filiados, inclusive na prestação de serviços, sobre os quais o sindicato deve trabalhar internamente nos próximos meses, paralelamente às agendas políticas, que são prioridade.

Uma nova reunião ocorrerá no primeiro trimestre de 2019, para as discussões mais aprofundadas, quando já melhor estiverem definidos os cenários políticos, e logo depois a primeira reunião do Conselho de Delegados Sindicais.

 

Por KASSIO ALEXANDRE BORBA

Coordenador Executivo